23
Jul/15

Saiba como o Edukatu utiliza a rede para estimular a colaboração de seus usuários

Já faz algum tempo que a internet faz parte da rotina de muitas pessoas, entre elas professores e estudantes. Um espaço que tem a cada dia se transformado em lugar de conhecimento e práticas pedagógicas, usando a comunicação de maneira diferente da que é feita nas salas de aula tradicionais. Com a internet existe uma grande possibilidade para que estes espaços colaborativos da educação se formem, tornem-se públicos e aumentem o potencial para a aprendizagem em grupo.

Mas antes mesmo de se falar em espaços colaborativos, é preciso reforçar que a criação colaborativa é aquela em que as pessoas criam e são também responsáveis pela qualidade do material produzido. Nesse contexto, tudo pode variar de acordo com o interesse do grupo.

No Edukatu, o desenvolvimento deste conteúdo, por exemplo, está relacionado à sustentabilidade e ao consumo consciente. A plataforma oferece, de forma textual e visual, planos de aula, sugestões de textos de apoio, vídeos, fotos, infográficos e espaço para que seus usuários comentem, opinem, troquem informações, construam juntos e deem a cara da rede.

Na plataforma, “o conhecimento é construído, o debate sobre o assunto é estimulado, incentivando, desta forma, um pensamento crítico e criativo, inclusive na produção visual e textual. Mas não só o conhecimento é construído durante este processo de criação, mas também novas práticas pedagógicas”, comenta Silvia Sá, gerente de educação do Instituto Akatu.

Outra característica destes espaços colaborativos na educação é o fato de permitirem maior fluência de seus usuários em mídias digitais, estimularem a interatividade e ainda motivarem o estabelecimento de vínculos entre os participantes – no caso, professores e estudantes de todo o país. “Todos são autores nos espaços colaborativos em educação”, completa Silvia.

Por conta da participação de pessoas de diversas regiões do Brasil nas ações em rede, o ambiente se torna ainda mais múltiplo, gerando a valorização da diversidade e a construção e o compartilhamento deste conceito. Esta socialização estimula os estudantes a pensarem em novas habilidades e ainda compartilharem conhecimento com outros colegas colaborativamente.

Assim, é possível que todos trabalhem juntos numa relação não hierárquica, próxima e pessoal. A ideia de que sustentabilidade e consumo consciente se constroem no dia a dia é absorvida e vivida mais intensamente. O ambiente contrapõe, portanto, a visão tradicional de uma escola, em que alunos se restringem apenas a responder as questões feitas pelos professores. Nesta rede, eles têm diversas posições e podem alternar entre perguntar e responder, por exemplo, e ainda tomarem a iniciativa de propor um novo conteúdo.

Publicado por Moderador edukatu
das Equipes Conhecendo o Edukatu

15 Comentários

12 comentários anteriores
Thumb_sq_default

Dayse

Oh povo doido esse do 6 f..
neh gente? kkkk

1
0
aprox. 5 anos

Thumb_sq_default

Dayse

Bom dia
#Oiie

1
1
aprox. 5 anos

Thumb_sq_default

natanael

um pro todo e todos pro um

0
1
aprox. 5 anos

Filtre por Conteudo!

Post em destaque

O passo-a-passo do consumidor consciente

No Dia do Consumidor, comemorado em 15/03, o Akatu indica roteiro com 6 perguntas que orientam o consumo consciente no cotidiano

Arquivo

2012