20
Jan/16

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram criados para orientar, nos próximos 15 anos, as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional. Trata-se de uma atualização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). As negociações dos ODS iniciaram-se na Conferência Rio+20, em 2013, e sua adoção foi efetivada no segundo semestre de 2015.

"Os ODS geraram uma visão mais integrada e interdependente das soluções para o desenvolvimento sustentável", afirma Silvia Sá, gerente de educação do Instituto Akatu. O acordo traz 17 objetivos e 169 metas contemplando uma diversidade de temas. Entre eles, a erradicação da pobreza, a segurança alimentar, saúde e educação, a igualdade de gênero, a redução das desigualdades e a criação de cidades sustentáveis, por exemplo. O Ministério das Relações Exteriores enumera cada um deles no documento que pode ser acessado aqui.

Mas como tornar esses temas tão urgentes para a transformação da sociedade mais próximos de crianças e jovens? O Edukatu apresenta atividades lúdicas e divertidas para a sala de aula que tratam de diversos pontos abordados pelos ODS.

"As ações apontadas pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e pela Agenda de Desenvolvimento Pós-2015 fazem parte dos temas trabalhados dentro da rede por professores e estudantes em projetos autorais que usam o Edukatu como fonte de inspiração, instrumento de trabalho e aprendizagem. A base de educação para estilos sustentáveis de vida da Unesco também está contemplada nas atividades propostas e nas diretrizes pedagógicas da rede. O Edukatu está alinhado aos desdobramentos da educação, aos estilos sustentáveis de vida e ao que há de mais inovador na educação por projetos e no uso das tecnologias da informação e da comunicação (TICs)”, ilustra Silvia.

Um dos exemplos de ODS que pode ser discutido em sala de aula é o “Objetivo 2”, que diz: “Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável”. Para trabalhar o tema a rede disponibiliza o novo percurso "Comer, Dividir e Brincar", que faz parte do circuito "Estilos Sustentáveis de Vida". Uma ótima opção para o planejamento escolar de 2016 que, geralmente, é finalizado entre os meses de janeiro e fevereiro por professores e coordenadores das escolas. Conheça o Percurso: Comer, Dividir e Brincar.

O percurso gamificado é disponibilizado gratuitamente e apresenta atividades sobre uma alimentação saudável para serem trabalhadas coletivamente entre alunos e professores. Em sala de aula é possível que o diálogo comece mais próximo: falando do lanche da tarde, da merenda, das compras no mercado com a família e estenda-se para conversas sobre desperdício e o uso integral de alimentos, desnutrição e obesidade infantil.

Publicado por Moderador edukatu
das Equipes Conhecendo o Edukatu

8 Comentários

5 comentários anteriores
Thumb_sq_koala

Geovane

*especial

0
1
mais de 4 anos

Thumb_sq_default

maria

oie gente

0
1
mais de 4 anos

Thumb_sq_pretty_cure_4

joanes

Oi

1
0
mais de 4 anos

Filtre por Conteudo!

Post em destaque

O passo-a-passo do consumidor consciente

No Dia do Consumidor, comemorado em 15/03, o Akatu indica roteiro com 6 perguntas que orientam o consumo consciente no cotidiano

Arquivo

2012