22
Ago/16


O Dia da Limpeza Urbana, 27 de agosto, pode ser uma ótima oportunidade para dialogar sobre geração e descarte de resíduos em ambiente escolar. A ideia é promover a reflexão dos 4Rs (Repensar, Reduzir, Reutilizar e Reciclar) em torno de tudo o que consumimos.

“Muito se fala sobre o descarte correto e reciclagem dos nossos resíduos. Mas, tão importante quanto isso é, antes de comprar algo novo, repensar se realmente precisamos do produto ou se é possível consertar, reformar ou dar uma outra finalidade, mesmo que seja com outro dono. Depois disso, sim, vem a reflexão sobre a reciclagem ou o descarte correto. Esse é o caminho mais eficiente para reduzir a geração de resíduos”, afirma Denise Conselheiro, coordenadora do Edukatu.

Essa discussão é fundamental para um país em que mais da metade dos resíduos vai para lugares inadequados, o que pode contaminar o solo e a água, por exemplo. Os dados são alarmantes. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, estima-se que são descartados o equivalente a R$ 10 bilhões, por ano, de produtos que poderiam virar matéria-prima ou energia.


Crédito: Alexandre Pereira | Flickr

Essas e outras questões relacionadas a resíduos aparecem de forma lúdica e divertida em diferentes materiais pedagógicos do Edukatu, como no percurso "Turma que Recicla". Abaixo, conheça alguns dos recursos oferecidos pelo percurso:

Lixo, resíduo, reciclável, reciclado
É também importante relembrar que lixo e resíduo não são a mesma coisa! A diferença entre os dois é bem significativa, especialmente para o meio ambiente e para a sociedade. O resíduo pode (e deve) ser reaproveitado. O lixo não. Com o infográfico “Lixo X Resíduo”, você pode saber mais sobre os tipos de resíduos e como descartar corretamente cada objeto. Confira aqui> bit.ly/lixo-resíduo

“Levar essa discussão para dentro da escola é falar de hábitos cotidianos, da vida em família e do descarte em cada casa, mas também expandir a conversa para a questão do descarte na cidade em que cada estudante vive. Algumas grandes cidades possuem coleta seletiva, mas nem sempre é assim. Por isso, é importante pensar em alternativas para que os resíduos não saiam de uma residência direto para as vias e terrenos da cidade”, afirma Denise.

O percurso também trabalha com o jogo “ReciclaKi”, em que estudantes transformam-se em catadores de recicláveis e aprendem sobre a importância de separar e destinar corretamente os diversos materiais. Enquanto uma esteira fica em movimento com materiais de plástico, metal, papel, vidro, não-recicláveis e itens perigosos, um cronômetro marca a contagem regressiva de 60 segundos e um placar mostra a quantidade de itens separados corretamente. O objetivo do participante é triar o maior número de itens no menor espaço de tempo e aprender mais sobre o descarte correto dos materiais. O game está disponível também para download para celulares com Android e iOS.

Outro ótimo exemplo para esse diálogo é um dos episódios da série “Consciente Coletivo”, a mais acessada pelas professoras e professores, que também trata sobre o assunto em outro formato, o vídeo. Assista aqui: bit.ly/consciente-coletivo-06

Já o texto de apoio “Lixo ou Resíduo?” explica muito bem a diferença em cada descarte e estimula que estudantes pensem coletivamente em alternativas para sua vida e sua cidade. Um ótimo material para toda a comunidade escolar> bit.ly/limpeza_urbana

Vamos juntos compartilhar e refletir sobre essas questões em um dia tão importante para todos nós?

Em breve, será lançado um novo desafio do Edukatu tratando desta temática. Fique de olho para não perder!

Publicado por Moderador edukatu
das Equipes Conhecendo o Edukatu

47 Comentários

44 comentários anteriores
Thumb_sq_default

RAISSA ALBANO DE

kkkkkkk que ingra

0
1
mais de 3 anos

Thumb_sq_images

marcella

legal

2
0
mais de 3 anos

Thumb_sq_snapchat-1710736527

Vivian

legal

0
0
mais de 3 anos

Filtre por Conteudo!

Post em destaque

O passo-a-passo do consumidor consciente

No Dia do Consumidor, comemorado em 15/03, o Akatu indica roteiro com 6 perguntas que orientam o consumo consciente no cotidiano

Arquivo

2012