O Projeto Akatu – Resíduos e Economia Circular de PU é desenvolvido junto às turmas de 1º a 3º ano do Ensino Fundamental de escolas da rede municipal de Hortolândia, São Paulo, em parceria com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia do município, para trabalhar a questão dos resíduos sólidos e ampliar a adesão à coleta seletiva, com destaque para o descarte adequado de sofás, colchões e outros produtos contendo espumas de poliuretano (PU). A iniciativa é parte do Projeto Reuse, realizado pelo Instituto Akatu e a Dow, com o apoio da Ortobom e da Prefeitura de Hortolândia.

Ao todo, 10 atividades foram realizadas com os alunos, em que os educadores relataram e compartilharam suas experiências no nosso Blog da Rede. Muitos fizeram adaptações devido ao cenário atual e enfrentaram os desafios do ensino híbrido, assim como foi o caso das professoras Karla Soave e Paula Frison, ambas de Hortolândia, participantes do projeto.

Karla, da escola João Carlos do Amaral Soares, trabalha há 15 anos na prefeitura de Hortolândia e adora abordar a temática de sustentabilidade e consumo consciente. Ela comenta que vê nos alunos engajamento e interesse para realizar as atividades propostas no projeto, visto que a maioria levantou questões e comentou sobre os resíduos.

Em uma das aulas, ela conta que o pai de uma aluna é gari e os demais colegas ficaram interessados em saber como se dava o trabalho dele. Foi então que Karla envolveu a família e pediu ao pai da aluna um vídeo curto para contar a experiência, explorando mais as temáticas de resíduos e reciclagem, a fim de relacionar também com o jogo Reciclaki do Edukatu, proposta de uma das atividades do projeto.

Outra situação contada pela professora Karla foi que os estudantes do 1° ano produziram brinquedos com materiais recicláveis. Uma outra aluna fez um cachorro reciclável com rolo de papel higiênico. Os colegas gostaram tanto que pediram para a aluna explicar como foi realizado o brinquedo. Karla disse que a aluna dominou a fala na aula, explicando para os demais passo a passo de como havia feito, com todas as orientações necessárias. Segundo ela, foi uma troca de experiência importante entre os estudantes, que aumentou ainda mais o interesse no tema.

Já Paula Frison, professora da escola EMEF Jardim Santiago, realizou as atividades com estudantes do 3° ano do EF. Ela comenta que através do cenário atual, fez algumas adaptações. No caso do jogo Reciclaki, levou dois celulares que tinha em casa e organizou os estudantes na sala de aula para terem a oportunidade de jogar. Após higienizar, cada aluno jogava um pouco nos celulares. De acordo com Paula, os alunos gostaram tanto que pediram para os pais baixarem no celular em casa para conseguirem jogar mais.

Além disso, a professora do 3° ano também comenta que foi por meio do Edukatu que ela teve conhecimento sobre um PEV (Pontos de Entrega de Pequenos Volumes) próximo a escola. Ela levou os estudantes para uma visita com as crianças, mostrando todo o local, inclusive, as estruturas internas e também com informações sobre como se solicita o agendamento para a retirada de entulhos, podas de árvores ou materiais pesados. Confira na imagem abaixo:

Alunos de Hortolândia visitando o PEV próximo a escola.

Com essa visita, ela conta que houve um interesse por parte da gestão escolar em realizar a coleta seletiva de lixo na escola e semanalmente, uma turma irá até o PEV realizar o descarte. Essa iniciativa que se expandiu para outras turmas da escola, Paula diz: “Tem que mudar os hábitos para além do ensino nas escolas. É preciso envolver a família também.”

Foi então que ela também viu que os alunos envolvem as famílias, compartilhando as informações e relembrando os pais sobre os PEVs e o descarte correto de colchões e sofás. Paula finaliza dizendo que esses estudantes estão plantando uma semente no ambiente familiar e que isso faz muita diferença.

++ MAIS SOBRE O PROJETO REUSE

O Instituto Akatu é o responsável pela implementação do projeto, em parceria com aa divisão de poliuretanos da multinacional Dow, a Ortobom e a Prefeitura de Hortolândia. Além de ações educacionais em mais de 30 escolas da rede de ensino municipal para a sensibilização e a mobilização de alunos e comunidades para o descarte correto de resíduos, o Reuse inclui o recolhimento e o encaminhamento para a reciclagem de sofás e colchões que estavam sobrecarregando aterros sanitários da região.

As próximas etapas contemplam ainda a adequação de Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e Outros Materiais Recicláveis (PEVs), uma campanha de engajamento direcionada à população para divulgar pontos de coleta seletiva, além de um serviço gratuito para a retirada de sofás e colchões em domicilio.

Para saber mais sobre o projeto Reuse e consumo consciente e resíduos, clique aqui.

Publicado por Moderador edukatu
das Equipes Conhecendo o Edukatu

1 Comentário

Thumb_sq_a2f11679-d621-4d68-bb18-d58871695f48

Daniela

Na minha turma, realizei uma pesquisa, onde cada aluno relatava o destino do sofá velho e para a minha surpresa a maioria dos alunos relataram que são jogados no ponto de coleta

1
0
6 dias

Filtre por conteúdo

Post em destaque

O passo-a-passo do consumidor consciente

No Dia do Consumidor, comemorado em 15/03, o Akatu indica roteiro com 6 perguntas que orientam o consumo consciente no cotidiano

Arquivo

2012