Planta comestível não convencional, mais conhecida como PANC possui uma ou mais partes que podem ser consumidas na alimentação humana, seja ela exótica, nativa, silvestre, ou cultivada.

O interesse no tema têm aumentado com a crescente demanda por alimentos saudáveis e a tendência das dietas à base de plantas, além da insegurança alimentar que compromete a saúde individual, coletiva e até o desenvolvimento do país, visto que muitos não têm acesso regular e permanente de alimentos em quantidade e qualidade suficientes para sua sobrevivência. Nesse caso, as plantas não tradicionais podem funcionar como uma alternativa cada vez mais integrada ao cotidiano dos indivíduos, garantindo um cardápio diversificado e cheio de nutrição. Por isso, a #dicadomoderador de hoje é entender mais sobre essas plantas.

Ao incorporar as PANCs à dieta, isoladas ou misturadas a outros ingredientes, ampliam-se as possibilidades de complementação alimentar, diversificação do cardápio e disponibilidade de nutrientes. Além disso, incorporar PANCs nas refeições diárias é uma forma de valorizar ingredientes locais, regionais e naturais.

Quando falamos de PANCs, nos referimos a milhares de espécies vegetais que já conhecemos, mas que não fazem parte da nossa alimentação diária. Assim, as PANCs são plantas com uma ou mais partes comestíveis, sejam elas nativas ou exóticas.

O termo PANC foi cunhado no Brasil em 2008 pelo professor e biólogo Valdely Ferreira Kinupp. Internacionalmente, essas plantas são denominadas da seguinte forma: Espécies Negligenciadas e Subutilizadas (sigla em inglês: NUS) e Plantas Silvestres Comestíveis (sigla em inglês: EWP).

Cerca de 300 espécies de plantas foram classificadas como plantas comestíveis, das quais pelo menos 50 espécies fazem parte dos esforços locais de propagação de hortas e extensão do cultivo, por exemplo: Amaranto, Capuchinha, Chuchu-de-vento, Fisális, Mangarito, Vinagreira, Taioba, Caruru, Jambu, Ora-pro-nóbis e muito mais.

Imagem 1: Planta Ora-pro-nóbis.

Nossa alimentação e as PANCS

Fazer adaptações na alimentação, de acordo com o seu contexto, pode contribuir para um planeta mais saudável e sustentável, como é o caso de evitar o consumo de carne vermelha. No caso das PANCS, você pode passar a conhecê-las e consumi-las, o que contribui para uma alimentação mais diversa. Separamos perfis no Instagram que ensinam receitas fáceis e com alimentos acessíveis. Confira:

1) @descomplica_veggie
Uma estudante de medicina veterinária da UNESP criou perfil para falar de receitas descomplicadas e traz informações para uma alimentação mais sustentável.

2) @receitasveganassimples
Todos os dias, esse perfil posta receitas veganas fáceis e que você pode buscar incluir no seu dia a dia.

3) @veganoperiferico
De forma inclusiva e diversa, com muitas informações e receitas acessíveis, o perfil traz novidades frequentemente.

Lembre-se que as mudanças de hábitos alimentares podem ser inseridas aos poucos, de modo complementar, dentro da sua realidade. Muitas das receitas disponibilizadas pelos perfis podem ser adaptadas com outros ingredientes que você possui em casa.

Se você já conhecia as PANCs e já consome algumas delas, conta pra gente aqui nos comentários ou no Blog da Rede!

Referências

PANCs. Disponível em: https://saberhortifruti.com.br/pancs/.

15 PANCs mais comuns. Disponível em: https://blog.plantei.com.br/pancs-mais-comuns/.

PANCs: as plantas alimentícias não convencionais. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/pancs/.

Conheça a Ora-pro-Nobis, planta medicinal com alto valor nutricional. Disponível em: https://casavogue.globo.com/Smart/noticia/2022/04/conheca-ora-pro-nobis-planta-medicinal-com-alto-valor-nutricional.html.

O que é insegurança alimentar?. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2021/06/29/a-inseguranca-alimentar-e-uma-violacao-de-direitos-diz-nutricionista.

31/05/2022

Publicado por Moderador edukatu
das Equipes Conhecendo o Edukatu

2 Comentários

Thumb_sq_img_20220524_130924_087

Brayan

Planta comestível não convencional é verdade?

2
0
6 meses

Thumb_sq_globo_edukatu_best

Moderador

Sim, Brayan, é verdade! Você pode acessar os demais links das referências pra compreender melhor sobre as PANCs se quiser :) ou qualquer dúvida, estamos por aqui!

2
0
6 meses

Filtre por conteúdo

Post em destaque

O passo-a-passo do consumidor consciente

No Dia do Consumidor, comemorado em 15/03, o Akatu indica roteiro com 6 perguntas que orientam o consumo consciente no cotidiano

Arquivo

2012