12
Set/13

De março a junho de 2013, professores e alunos de 16 escolas de ensino fundamental de todas as regiões do Brasil participaram da fase piloto do Edukatu. O objetivo desta etapa era testar as metodologias e as ferramentas tecnológicas utilizadas na rede de aprendizagem para o consumo consciente.

Nos meses da fase piloto coletamos histórias de transformação que nos inspiraram e nos motivaram ainda mais na construção do Edukatu. Esperamos que elas também sejam uma fonte de inspiração para você fazer parte deste grande movimento pela educação para o consumo consciente!

Na Escola Estadual Professor Manoel Cação, de Mauá, na Grande São Paulo, a professora Regiane Ferrareto e seus alunos do 4º ano criaram a equipe “Uso Consciente da água” e aceitaram o desafio de desenvolver o Percurso Água do Circuito Natureza. Eles foram os primeiros a realizar as atividades do projeto, em meados de março, e os resultados superaram as expectativas.

“As atividades propostas pelo Edukatu foram muito valiosas”, declara a professora. “Os alunos aprendem e fixam melhor o conteúdo com os jogos e a produção dos trabalhos. Aprender desta forma lúdica ajuda a absorver melhor as informações”, afirma Regiane.

Regiane foi a responsável por implementar o piloto do projeto na escola. Segundo ela, o ponto de partida foi perceber que o Edukatu poderia ser uma boa ferramenta para trabalhar o uso consciente da água, tema curricular da primeira etapa do ensino fundamental.

Com auxílio dos jogos, desafios coletivos e muita interatividade, a ferramenta atraiu bastante a atenção dos alunos e contribuiu para despertar o interesse deles pelo uso responsável da água na escola e em suas casas. Os alunos iniciaram o percurso realizando as atividades no horário das aulas de informática, mas se envolveram tanto nas atividades que passaram a utilizar o Edukatu também em casa, com a participação dos pais.

A professora conta que os estudantes gostaram tanto do projeto que ela começou a envolver outros temas do currículo para serem trabalhados em conjunto. “Aproveitei o interesse deles para trabalhar a construção de jogos de tabuleiro e também a construção de formas geométricas. Eles se divertiram criando jogos de cartas com dicas do consumo consciente da água”, conta.

O aprendizado extrapolou os muros da escola. Segundo Jorge Chinen, diretor da entidade, a iniciativa viabilizou outras ações na comunidade local, como uma visita a uma unidade de tratamento de esgoto do município e, também, ao local onde se capta água de reuso.


26 Comentários

23 comentários anteriores
Thumb_sq_default

Raissa

Oi

0
4
mais de 4 anos

Thumb_sq_default

talles

passa watsapp

0
3
mais de 4 anos

Thumb_sq_default

ester abgail de paula camargo

????????????????????????????????

0
2
mais de 1 ano

Filtre por Conteudo!

Post em destaque

Artistas do Plástico

A embalagem do amaciante que acabou, um pote vazio de xampu, o frasco do detergente já usado... Lixo? Não é assim que os alunos da

Arquivo

2012